• ministeriovidacwb

Àqueles que pregam o evangelho que vivam do evangelho




Ou será que só eu e Barnabé não temos direito de receber sustento sem trabalhar? Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais? Da mesma forma, o Senhor ordenou àqueles que pregam o evangelho que vivam do evangelho. 1 Coríntios 9:6,11,14


Nesta passagem Paulo estava deixando bem claro que quem tem o dom, chamado, para pregar o evangelho, ensinar, tem o direito de ser sustentado pelo evangelho. Ele diz: não temos nós o direto de receber sustento sem trabalhar? Esse trabalhar aqui significa trabalhos, não em prol do reino, e sim trabalhos seculares, como por exemplo, fazer tendas, que era de fato a profissão de Paulo. Ele continua dizendo: Se entre vocês, igreja do Senhor, nós temos semeado a Palavra, ou seja, bens espirituais, seria demais colhermos de vocês, igreja, bens materiais, ou seja, sustento?


Nós sabemos que muitos usam essa passagem para extorquir a igreja, e ainda outros oferecem seus falsos ensinos e ainda cobram por isso. Nós não somos a favor deste comércio que é feito com a Palavra de Deus, entretanto, sabemos que aqueles que levam a Palavra da Verdade, têm sim o direito de viver do evangelho, ou seja, ser sustentado pelo evangelho. Mas entendemos que isso acontece naturalmente, é Deus quem levanta os mantenedores da obra, é Deus quem levanta aqueles que ofertam nas nossas vidas como Ministério, e não nós mesmas que saímos por aí cobrando, entende a diferença? Devemos confiar em Deus, que Ele mesmo levantará os ofertantes para sustentar a obra que é Dele.


Amados, nós jamais colocaremos empecilhos para a pregação da Palavra de Deus, jamais vamos vender conteúdos para nos sustentarmos, nós confiamos num Deus que é provedor, e se Ele quiser, Ele faz o sustento brotar até do chão. Sabemos que Deus ama usar pessoas, e nós vemos o amor de Deus com nossas vidas, pois embora tenhamos uma vida simples, nada do essencial tem nos faltado. Nós aceitamos o chamado de Deus e nos dedicamos quase exclusivamente ao Ministério, creio que breve vem o tempo em que essa dedicação será exclusiva, sem que haja necessidade de qualquer trabalho secular. Tenho plena convicção em Cristo, que Ele mesmo nos sustentará, ora usando pessoas, ora usando o que Ele quiser usar, Ele é Deus e nada foge ao seu controle. Enquanto isso, seguimos firmes no propósito para qual fomos chamados, que é ensinar, pregar, exortar e consolar a igreja de Cristo.


Carina Ramos – Ministério Vida