• ministeriovidacwb

A justiça que vem da fé


Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da Lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que creem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Romanos 3:21-24 NVI


O conceito de justiça de Deus precisa ficar bem claro para todo cristão. É por causa da justiça de Deus que nós somos perdoados, justificados e recebemos uma nova vida. Todo ser humano, depois da queda de Adão, nasce com uma natureza injusta, pecaminosa, dominada pelo pecado e pela morte. A justiça de Deus estabelecida por meio da obra completa de Jesus Cristo condenou o pecado e providenciou para o homem o perdão de todos os seus pecados, a justificação (que é o ato de Deus em tornar o homem justo e aceitável para Ele) e deu ao homem uma nova natureza. Todo aquele que crê em Cristo Jesus recebe uma nova vida e torna-se um ser espiritual. Conforme está escrito em João 3:6 todo aquele que é gerado do Espírito, torna-se espírito.


Essa justiça não depende da obediência a Lei, mas exclusivamente da fé em Cristo Jesus. A Lei e os profetas testificam que o Messias viria e que era necessário um redentor, pois o homem injusto jamais conseguiria se tornar justo diante de Deus por meio de sua própria capacidade, pois todos os seres humanos foram encerrados debaixo do pecado, por causa do pecado de Adão. Mas a justiça de Deus produz vida para o ser humano, condenando o que o tornava morto (que era o pecado). O homem recebe essa justiça pela fé na obra completa que Jesus realizou. Por isso a salvação é pela graça, por meio da fé. Não tente se justificar diante de Deus confiando em sua própria capacidade, obedecendo apenas regras exteriores. Receba pela fé o que Cristo conquistou para sua vida e seja justificado por meio da fé na justiça que Deus efetuou. Cristo é suficiente!


Katiany Lins – Ministério Vida