• ministeriovidacwb

Em que tenho posto a minha confiança?

Era assim que sempre acontecia: de dia a nuvem o cobria, e de noite tinha a aparência de fogo. Números 9:16 NVI Nós, para nos sentirmos protegidos, achamos que precisamos de coisas como: plano de saúde, seguro do carro, de vida, dentre outros, uma renda com valor fixo, estável, casa própria, ou uma renda exata que dê para pagar aluguel, contas e viver bem. Se algumas destas coisas não estiver bem definido e visível em nossas vidas, temos a tendência a nos desesperar. Somos a geração que menos usa a graça de confiar em Deus para todas as coisas, temos fé para sermos salvos do inferno e isso é quase tudo o que temos, uma fé ali, uma fé acolá, e é isso. O povo de Deus no livro de números vivia no deserto. Sabemos que aquela região desértica era terrivelmente quente durante o dia e terrivelmente fria à noite. E Deus em seu infinito amor e proteção, estabeleceu uma nuvem para protegê-los durante o sol escaldante do meio dia, e como fogo à noite para protegê-los do frio. Isso já seria o suficiente para crerem no amor de Deus, mas eles só murmuravam e murmuravam, e não os julguem, pois nós não somos muito diferente. Suas roupas e calçados não se desgastavam, isso era mais uma proteção de Deus, tinham água da rocha e maná que vinha do céu, mas tudo que sabiam fazer era reclamar. Vale lembrar que esta geração veio da travessia do mar vermelho, eles viram a manifestação do poder de Deus, as pragas e tudo que Deus fez, mas não adiantava, era um povo ingrato e murmurador. O que acho extremamente interessante nesta situação é o caráter de Deus, Ele deixava bem claro, com sua forma de agir, que Ele quer que confiemos Nele diariamente, veja que o maná chegava até eles na proporção para apenas um dia, e no outro dia vinha uma nova porção para apenas um dia e assim por diante. Mas o povo sentia saudade das cebolas que comiam no Egito no tempo da escravidão. E nós? Será que não agimos igual a eles? Queremos reservas, armários lotados de roupas, sapatos e mantimentos que deem para o mês todo ou mais, e queremos ter plena certeza de onde virá o dinheiro para comprar o suprimento do ano todo. Queremos estar seguros, mas depositamos nossa confiança no governo, no auxílio, na venda, na bolsa isso e bolsa aquilo, no PIS, no FGTS, no décimo terceiro, na aposentadoria, não conseguimos mais confiar em Deus. Entenda que não sou contra nada que citei neste devocional. Mas o que preciso lhe perguntar é: onde, em que ou quem você tem depositado sua confiança? Você deixa de viajar pois seu carro não tem seguro? Compra remédios para uma dor que ainda nem sentiu, para no caso de sentir já estar comprado? Amados, se eu fosse colocar aqui tudo que fazemos baseados no medo e não em Deus, teria que escrever um livro. Que possamos fazer essa pergunta a nós mesmos todos os dias: em que tenho posto a minha confiança? Carina Ramos - Ministério Vida