• ministeriovidacwb

Fé e obras caminham juntas



“Mas a sabedoria é comprovada pelas obras que a acompanham”. Mateus 11:19b


Olhem que pérola é esta frase. A sabedoria é comprovada pelas obras que a acompanham. Todos nós que entendemos que vivemos no tempo da graça, sabemos que não vivemos baseados nas obras e muito menos na lei, sabemos também que obras não salvam ninguém, e sim a fé genuína em Cristo Jesus. Tiago fala em sua carta que a fé deve ser acompanhada por obras, mas que apenas obras não comprovam a fé. Ou seja, não adianta crer e não praticar boas obras, como não adianta não crer, mas praticar boas obras como se isso lhe garantisse a salvação. Uma coisa só funciona com a outra.


Na verdade, funciona assim: se eu creio em Jesus Cristo como único e suficiente salvador, se me converti ao evangelho de Cristo, se me arrependi, ou seja, tive uma metanoia, mudança de pensamentos e atitudes, então as obras serão algo que faço naturalmente, serão o fruto da minha fé genuína. Quando Jesus diz que a sabedoria de alguém é comprovada pelas obras que a acompanham, Ele estava dizendo que as obras que o acompanhavam comprovavam a Sua sabedoria, portanto, os sábios são os que são discípulos Dele, os sábios são os que o aceitam, os que sabem que Deus o enviou e que Ele é a expressão exata do Pai, e esses sábios, do qual Ele é o número um, são, ou deveriam ser, os cristãos. E pela lógica quem é sábio segundo os padrões de Jesus pratica naturalmente as boas obras.


Se você pegar esse versículo isolado do restante da Bíblia, você criará uma heresia, pois existem muitas pessoas que praticam boas obras, mas não são sábias, pelo menos não nos padrões de Deus, são sábias segundo os padrões desta era, uma sabedoria terrena, mundana e demoníaca, diz a Palavra.


Amados, se nós entendermos um princípio básico chamado: novo nascimento, tudo o que se segue se encaixará perfeitamente. O que acontece infelizmente é que muitos dizem que creem, mas não nasceram de novo. O diabo também crê e até estremece, mas a nós foi dada a dádiva de nascer outra vez, com uma nova natureza. Somos, por essência, praticantes de boas obras, pois somos um Espírito com Cristo. Nossa nova natureza é por essência boa, então o que precisamos é renovar nossa mente, pois ela ainda se lembra dos atos e hábitos da nossa velha natureza, e não tem outra maneira de fazer isso que não seja pela Palavra de Deus. Dessa forma poderemos verdadeiramente desfrutar da boa, perfeita e agradável vontade de Deus para nossa vida.

Carina Ramos - Ministério Vida