• ministeriovidacwb

Não insultem a Graça de Deus



Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente. Tito 2:11-12 NVI


Aqui temos grandes verdades. A primeira é que por meio da Graça, a salvação se estende a todas as pessoas e não apenas a um grupo escolhido por um deus zangão. Não e mil vezes não, Deus entregou Jesus naquela cruz, entregou a si mesmo, para que pela Graça, por meio da fé Nele, todos pudessem ser salvos. Somente quem não crê e não aceita a Jesus como único e suficiente salvador é que ficará de fora dessa lista.


A segunda coisa extraordinária nesse texto é que ele diz que a Graça nos ensina a renunciar a impiedade e as paixões mundanas, e viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente. Quem nos ensina? A Graça e não a Lei. A Lei nos torna conscientes do pecado, mas é a Graça que nos ensina a viver longe dele e por quê? Porque hoje temos dentro de nós o Espírito da Graça; é Ele quem nos ensina. Percebe a grandeza disso?


A palavra renunciar no original grego, αρνεομαι arneomai, significa:

1) Negar, desconsiderar os seus próprios interesses, agir de modo inteiramente diferente em relação a si mesmo, repudiar, não aceitar, rejeitar, recusar algo oferecido.


A palavra impiedade, ασεβια asebeia, significa:

1) Falta de reverência a Deus, maldade.


Olha que fantástico, a Graça, que é o próprio Deus em nós, nos ensina a desconsiderar nossos próprios interesses para viver os Dele, nos ensina a recusar qualquer coisa que esteja em desacordo com a verdade Dele, nos ensina a rejeitar a maldade e a falta de reverência a Deus.


Amados, o Espírito Santo que habita em nós é o Espírito da Graça, e é através da vida Dele dentro de nós que conseguimos viver de forma sensata, justa e piedosa. Portanto é impossível que a pregação da Graça seja conivente com uma vida pecaminosa, como julgam os doutores da Lei; quem vive pela Graça não consegue mais viver em pecado, pecado habitual. Não insultem a Graça de Deus.


Oro para que essa verdade, que é viva e eficaz, mais afiada que qualquer espada de dois gumes, penetre o mais profundo do teu ser a ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e que você cresça no pleno conhecimento de Cristo Jesus.


Carina Ramos – Ministério Vida