• ministeriovidacwb

Não sabote o tempo de Deus




"Ó Senhor, por que afligiste este povo? Por que me enviaste? Pois, desde que me apresentei a Faraó, para falar-lhe em teu nome, ele tem maltratado este povo; e tu, de nenhuma sorte, livraste o teu povo." Êxodo 3: 22b, 23 JFA


Deus chama Moisés e diz que irá enviá-lo como salvador de seu povo, Deus diz o que ele tem que fazer e diz também que Faraó não os deixará ir, Deus diz que fará muitos sinais até que o povo seja liberto; mas a frente Deus diz que Ele mesmo irá endurecer o coração de Faraó para que este não libere o povo tão facilmente, para que a Glória Dele seja manifesta diante de todos. Deus diz que irá tirar o povo do Egito e irá levá-lo a Canaã. Deus diz exatamente tudo o que irá acontecer, com riqueza de detalhes, Ele não esconde nada. Então por que, tanto o povo quanto o próprio Moisés duvidaram de Deus?


Moisés questiona Deus mais a frente e pergunta: por que é que me enviaste se tu não livrou este povo? Moisés reclama, diz que não sabe falar, pede para Deus enviar outro, depois diz que o povo não lhe escuta por causa de suas angústias e que muito menos Faraó o iria ouvir. Mas Deus já não havia dito que isso aconteceria?

Quanto imediatismo. Nós somos exatamente como Moisés, queremos tudo no nosso tempo e do nosso jeito. Moisés certamente queria que tudo acontecesse em alguns minutos ou quem sabe um ou dois dias, mas essa era a forma e o tempo de Moisés e não o de Deus.


Muitas vezes Deus nos faz promessas incríveis e nós desejamos vê-las cumpridas imediatamente. Mas há um tempo determinado para cada coisa. Quando plantamos uma semente de morango, por exemplo, temos em mente o deleite de saborear morangos, nós não pensamos na semente, no tempo que levará, no cuidado com o brotinho quando ele aponta da terra, nós estamos tão obcecados pelos morangos que esquecemos que há todo um processo para que eles possam se tornar grandes e saborosos. Em nosso desespero e pressa, muitas vezes sabotamos o processo, matamos o morango antes que ele se torne um morango, nos frustramos e nos vemos obrigados a voltar ao início. Plantamos novamente a semente e agora ela parece demorar mais que antes, nossa frustração atrapalha todo o processo, então aparece alguém e nos diz: tenho um belo fertilizante que fará esse morango nascer em três dias. Empolgados jogamos o fertilizante, o morango brota e então descobrimos que são morangos minúsculos e sem sabor. E então lamentamos e voltamos ao início. Dessa vez resolvemos esperar o processo, geralmente uns 80 dias. E então lá estão os morangos, grandes, belos e deliciosos.


Não sabote o tempo de Deus, sabotando-o, você se verá obrigado a retornar ao início muitas vezes e isso irá demorar muito mais do que demoraria se respeitasse o processo natural. Não questione o tempo ou a forma de Deus, se Ele prometeu, Ele cumpre, mas é no tempo Dele e não no nosso. Aprenda a respeitar os processos e certamente a colheita será uma alegria.


Carina Ramos