• ministeriovidacwb

O poder de Deus apesar de...




Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho. Como tinha uma serva egípcia, chamada Hagar, disse a Abrão: “Já que o Senhor me impediu de ter filhos, possua a minha serva; talvez eu possa formar família por meio dela”. Abrão atendeu à proposta de Sarai. Gênesis 16:1-2 NVI


Olha que história interessante e intrigante. Deus prometeu a Abraão um filho e lhe fez a promessa de que ele seria pai de muitas nações. Abraão, para nós hoje, é o exemplo mais latente de fé, de obediência, não é apenas um herói da fé, mas é tido como o pai da fé. Por que será que o pai da fé resolveu aceitar a proposta insana de uma esposa desesperada? O contrato de casamento em vigor na época de Abraão era baseado no Código de Hamurabi (antigo código de leis babilônicas), nesse código existia uma lei que dizia que se uma mulher fosse estéril, ela poderia oferecer a seu marido uma de suas servas, para que assim pudesse ter filhos. Teria Sara se baseado nesse conhecimento mundano e pagão quando teve a “incrível” ideia de dar a Abraão sua serva egípcia? Abraão, certamente não era um homem ignorante, será que ele conhecia essa lei? Veja que era uma lei babilônica, ou seja, pagã. Não podemos afirmar se eles sabiam ou não da bobagem que estavam fazendo, mas uma lição poderosa nós podemos tirar de tudo isso: O poder de Deus se manifestou na vida de Abraão e Sara apesar da atitude duvidosa deles.


Sabemos que por meio da serva, nasceu Ismael, e dele muitas nações de povos árabes, inimigos de Israel até os dias de hoje. Mas sabemos também que apesar disso, Sara gerou Isaque, o filho da promessa e com ele Deus estabeleceu Sua aliança.


Qual a moral da história? Deus vai cumprir tudo que Ele lhe prometeu, apesar dos teus erros ou fracassos. Ele é Deus, o Seu poder não depende da nossa ajuda. Ainda que pareça que Deus está demorando, creia, Ele está no tempo certo.


Carina Ramos – Ministério Vida