• ministeriovidacwb

A Lei não é para os justos (justificados por Cristo)


Partindo eu para a Macedônia, roguei-lhe que permanecesse em Éfeso para ordenar a certas pessoas que não mais ensinem doutrinas falsas, e que deixem de dar atenção a mitos e genealogias intermináveis, que causam controvérsias em vez de promoverem a obra de Deus, que é pela fé. O objetivo desta instrução é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência e de uma fé sincera. Alguns se desviaram dessas coisas, voltando-se para discussões inúteis querendo ser mestres da lei, quando não compreendem nem o que dizem nem as coisas acerca das quais fazem afirmações tão categóricas. Sabemos que a lei é boa, se alguém a usa de maneira adequada. Também sabemos que ela não é feita para os justos, mas para os transgressores e insubordinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreverentes, para os que matam pai e mãe, para os homicidas, para os que praticam imoralidade sexual e os homossexuais, para os sequestradores, para os mentirosos e os que juram falsamente; e para todo aquele que se opõe à sã doutrina. Essa sã doutrina se vê no glorioso evangelho que me foi confiado, o evangelho do Deus bendito. 1 Timóteo 1:3-11


Essa passagem por si só deveria ser suficiente para acabar com certas discussões inúteis. Aqui fica bem claro que a Lei é boa, porém não é para nós, IGREJA, pois nós somos justos e a lei não é para os justos (justificados por Cristo) e sim para os transgressores e insubordinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreverentes, para os que matam pai e mãe, para os homicidas, para os que praticam imoralidade sexual, para os homossexuais, para os sequestradores, para os mentirosos e os que juram falsamente; e para todo aquele que se opõe à sã doutrina. E o que é a sã doutrina? Essa sã doutrina se vê no glorioso evangelho que foi confiado a Paulo, o evangelho do Deus bendito. Não é simples? Isso é o que está na Bíblia, não sou eu quem está dizendo. Algo ainda mais interessante, para não dizer assustador é que aqueles que defendem a prática da Lei, querendo ser mestres da lei, não compreendem nem o que dizem, nem as coisas acerca das quais fazem afirmações tão categóricas. Isso também está na Bíblia, basta ler com calma os versículos acima.


Amados, a Torah, Pentateuco, Lei ou seja lá o nome que você deseja dar, possui em média mais de seiscentas leis, e o mais engraçado, para não dizer trágico, é que os que defendem a prática da Lei, escolhem alguns mandamentos para guardar e deixam mais de 600 de fora. Tem alguma lógica nisso? Dizem que algumas leis são morais e outras rituais, mas a Bíblia não faz essa diferenciação, lá, Lei é Lei, e todas as seiscentas e tantas, são Leis. A bíblia diz que se você quer ser justificado pela Lei, deve guardar toda a Lei... Será que você defensor da Lei, está guardando toda a Lei? É óbvio que não, pois isso é impossível, nem mesmo Israel conseguiu essa proeza. Todo o antigo testamento é útil para instrução, correção, exemplos de vida, mas entenda, nós hoje, Igreja de Cristo, não vivemos baseados na antiga aliança e sim na nova, inaugurada com a morte e ressurreição de Cristo Jesus. Uma bênção tão grande dessas, mas mesmo assim muitos ainda preferem insultar o Espírito da Graça e vivem baseados na antiga aliança, pois pensam que a Nova aliança é um grande oba oba, mas muito pelo contrário, veja isso:


Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não cometa adultério’ Eu, porém, lhes digo que quem olhar para uma mulher com cobiça já cometeu adultério com ela em seu coração. Mateus 5:27,28


Jesus veio para cumprir a Lei, e cumpriu, porque eu e você não seríamos capazes. E quando Ele colocou em nós o Espírito Santo, Ele nos deu a capacidade de fazer escolhas certas, ou seja, hoje eu não observo a lei de não adulterar e sim a Lei de Cristo que diz: se eu olhar com cobiça para alguém já adulterei. Por meio do Espírito que habita em mim, ter uma boa conduta é algo natural, e quando eu peco tenho um advogado ao meu favor, Cristo Jesus. Hoje eu não guardo um único dia para Deus, e sim todos eles, pois eu vivo constantemente para Ele. Jesus guardou o sábado? Claro que sim, pois Ele veio cumprir a Lei e cumpriu, para que eu e você hoje pudéssemos viver pela graça e não pela prática da Lei. Jesus cansou de recriminar os fariseus que guardavam o sábado, davam os dízimos, mas eram avarentos, mentirosos, maldosos, sem misericórdia e por aí vai.


Amados, o Evangelho é a nossa Lei, Cristo é a nossa Lei. Quer viver pela Lei? Pois leia as cartas de Paulo, decore-as, cole nas paredes, pois Ele foi o apóstolo que Jesus levantou para o tempo da Igreja. Não tente carregar um fardo que Deus não colocou sobre você, entenda isso e viva em paz. Mas se não quer entender, ao menos, deixe em paz, quem já entendeu, em nome de Jesus.


Carina Ramos – Ministério Vida