top of page
  • Foto do escritorministeriovidacwb

Como pregar o Evangelho?




Eu mesmo, irmãos, quando estive entre vocês, não fui com discurso eloquente nem com muita sabedoria para lhes proclamar o mistério de Deus. Pois decidi nada saber entre vocês, a não ser Jesus Cristo, e este crucificado. E foi com fraqueza, temor e com muito tremor que estive entre vocês. Minha mensagem e minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do poder do Espírito, para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus.

1 Coríntios 2:1-5 NVI


Veja que esta passagem é tão maravilhosa que não precisaria nem comentar sobre, mas gostaria de chamar a nossa atenção para o fato de que Paulo está explicando com detalhes como é que ele prega o Evangelho. Paulo diz que ao pregar ele não fica usando discurso eloquente como se estivesse querendo impressionar os ouvintes. Ele também decidiu nada saber, isso não significa que Paulo fosse inculto, muito pelo contrário, Paulo era um grande estudioso, porém ao pregar ele prefere falar de Jesus e este crucificado. Ele deixa bem claro que foi com muito temor a Deus que ele pregou o Evangelho e também com tremor, ou seja, com certo receio até. E a frase que se segue a isso é extraordinária, veja bem: minha mensagem e minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do poder do Espírito, para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus.


Por que fiz questão de expor as palavras de Paulo? Porque ele está nos mostrando a forma certa de pregar o Evangelho. Ele está nos dando a receita. Nos tempos antigos tanto romanos quanto gregos usavam muito a retórica, que é a arte da eloquência, a arte de bem argumentar, a retórica era uma das matérias mais importantes entre os antigos e com certeza Paulo devia conhecer bem. Mas ele resolveu não usar isso, ele usou apenas o conhecimento sobre Jesus o Messias. É isso que importa hoje. Temos muito conhecimento adicional, mas eu creio que não há necessidade de tantos acréscimos externos para pregar a Palavra de Deus. A Bíblia por si só é suficiente. Cristo é suficiente.


Carina Ramos – Ministério Vida

Comments


bottom of page