• ministeriovidacwb

O dia do Senhor



Irmãos, quanto aos tempos e épocas, não precisamos escrever pois vocês mesmos sabem perfeitamente que o dia do Senhor virá como ladrão à noite. Quando disserem: “Paz e segurança”, a destruição virá sobre eles de repente, como as dores de parto à mulher grávida; e de modo nenhum escaparão. Mas vocês, irmãos, não estão nas trevas, para que esse dia os surpreenda como ladrão. Vocês todos são filhos da luz, filhos do dia. Não somos da noite nem das trevas. 1 Tessalonicenses 5:1-5 NVI


Vimos no devocional de ontem que o apóstolo Paulo precisou explicar sobre a vinda de Cristo aos cristãos de Tessalônica, pois eles estavam um pouco confusos sobre esse tema. Quanto aos mortos em Cristo, Paulo explicou que no arrebatamento os mortos ressuscitarão primeiro e os que estiverem vivos serão arrebatados para o encontro com o Senhor nos ares. Os primeiros versículos do capítulo 5, Paulo continua explicando como será a vinda do Senhor e ele descreve que será num momento em que o mundo dirá que enfim chegou a paz e a segurança, é nesse momento que o Senhor virá. Paulo descreve esse acontecimento como um ladrão à noite, surpreendendo a todos. Mas é importante nós lermos com atenção esses versículos, pois o ensinamento é que a destruição virá sobre ELES e será repentina, mas para os CRISTÃOS a vinda de Jesus não surpreenderá como um ladrão, pois os cristãos não estão nas trevas, mas estão na luz.


Amados, o dia do Senhor não contempla um único evento, mas é um período de tempo em que sucederão vários eventos, um deles é o arrebatamento da Igreja. Por isso o apóstolo Paulo fala primeiro sobre o arrebatamento e depois sobre a destruição e o julgamento que virá. Nós, cristãos, jamais devemos temer a vinda de Cristo, pois nós não aguardamos a ira e o julgamento de Deus. Nós aguardamos com grande expectativa o arrebatamento, assim como lemos no devocional de ontem. A surpresa, descrita como a vinda de um ladrão à noite, não é para quem está na luz, mas para quem está nas trevas. Nós seremos arrebatados e estaremos para sempre com o Senhor. Que possamos manter viva essa esperança e que nossa vida manifeste a Cristo, para que mais e mais pessoas sejam salvas por meio do Evangelho.


Katiany Lins – Ministério Vida