• ministeriovidacwb

O que de fato estamos adorando?




Mas Jesus respondeu: — Está escrito: “Adore o Senhor, seu Deus, e preste culto somente a ele.” Lucas 4:8 NAA


Quando estudamos a Bíblia de capa a capa, notamos que um dos principais pecados do povo era a idolatria. Podemos citar dezenas de milhares de deuses a quem o povo adorava. Esses deuses eram representados por estatuetas feitas por mãos humanas. Eram os deuses cultuados pelos povos pagãos, mas lamentavelmente, o povo de Deus, vivia se desviando e prestando culto a esses supostos deuses. Nos dias em que vivemos ainda existe em todo o mundo uma enorme quantidade de deuses, que para nós cristãos, são deuses pagãos e falsos, pois nós somos monoteístas, ou seja, adoramos um único Deus, a saber, o Deus verdadeiro, que se apresenta como Pai, Filho e Espírito Santo. Seria fácil perguntar se algum de nós, cristãos zelosos pela Verdade da Palavra adoramos algum desses deuses. Tenho absoluta certeza que a resposta categórica da maioria seria um sonoro não. Mas será que nós adoramos alguma outra coisa disfarçadamente e por vezes não nos damos conta? Quando colocamos alguma coisa ou pessoa acima de Deus, estamos prestando culto. Vou dar alguns exemplos claros da nossa geração:


1) Filmes, séries e novelas seculares. Alguns não apenas assistem, mas são viciados a tal ponto de trocar o tempo com Deus pelo tempo com esses programas. Sabem todos os nomes e personagens, mas desconhecem verdades básicas da Palavra de Deus.


2) Músicas e cultura secular. Muitos tem ídolos cantores, alguns até dizem que a música popular brasileira é uma rica fonte cultural. Outros já são fãs dos hits antigos, internacionais. Alguns são tão fissurados que se o seu ídolo cantor vier a alguma casa de show próxima, é capaz de trocar o culto para estar lá. Sem contar é claro aqueles que fazem de cantores cristãos os seus ídolos.


3) Política. Pessoas endeusam candidatos como se eles fossem a solução para o mal do mundo. Grande ilusão.


4) Placas de denominação. Já viu aqueles que acham que a sua teologia é a única certa? Ou que a sua denominação é a verdadeira? A idolatria é tanta que se você sair de uma dessas denominações para outra você é visto com maus olhos e uns até o chamam de herege, afinal não existe outra denominação melhor...Quanto orgulho, não?


E para encerrar, e esse talvez seja o mais delicado vício pois atinge o mundo inteiro, o futebol. Entenda que não estou dizendo que você não pode fazer A ou B, o que estou dizendo é que quando isso vira uma idolatria, um vício, um fanatismo, daí sim, você tem um sério problema.


5) Futebol. O futebol é uma fábrica de orgulhosos, desde o time até os técnicos é sem dúvida onde vemos mais rivalidade, brigas e idolatria. Pessoas se agridem física e verbalmente, no campo e fora do campo. Pessoas choram, riem e enlouquecem por causa da adoração por seus times, e eu estou falando aqui de cristãos.

Amados, todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm. Quando algo vira um vício ou um ídolo, deixou de ser uma mera distração e passou a ser um grave problema. Poderia citar tantos outros como artes marciais, vídeo games e por aí vai.... Alguns idolatram a família, os filhos e até a si mesmo, estes desejam ardentemente a fama e o sucesso.


Perceba que se algo lhe afeta tanto e ocupa mais tempo na sua vida do que a Palavra de Deus, então aquilo virou um ídolo. Não troque Deus por um prato de lentilhas. A boca fala do que está cheio o coração. O que tem saído da sua boca? O que de fato você está adorando?

Carina Ramos - Ministério Vida