• ministeriovidacwb

Sujeite-se a Deus



Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado. 1 Coríntios 9:27 NVI


A expressão: “esmurro meu corpo e faço dele escravo” é a palavra grega: δουλαγωγέω doulagógeó, e quer dizer: escravizar, fig. subjugar; eu coloco em sujeição, liderar como cativo; trazer em sujeição, totalmente compatível com a vontade de um mestre.


É interessante notar que o significado no original nada tem a ver com esmurrar no sentido de bater no próprio corpo, ninguém deve ficar lutando com o corpo, batendo nele como quem está em uma luta para dessa forma manter-se aprovado diante de Deus. O que quer dizer aqui é: eu torno o meu corpo escravo de Deus, eu coloco ele em sujeição a Deus, deixo meu corpo sob o comando de Deus, compatível com a vontade Dele. Isso é bem diferente de bater, não acham? A palavra bater no grego é δέρω deró, e significa literalmente esfolar, bater e flagelar.


E de forma prática o que devemos fazer para sujeitarmos nosso corpo ao comando de Deus? A resposta está na própria Bíblia, veja:


Portanto, sujeitem-se a Deus, mas resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês. Tiago 4:7 NAA


Sujeitar aqui é a palavra grega hupotassó que significa se colocar sob o domínio de, submetendo-se a.


Veja que se submeter a alguém significa se tornar dependente e submisso. É isso que devemos fazer, devemos ser submissos e dependentes de Deus. E nos tornamos submissos e dependentes de Deus à medida que transformamos nossa mente pela sua PALAVRA.


Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2 NVI


Tudo está ligado ao fato de nos aprofundarmos em conhecer a Deus e a sua PALAVRA. Quando tomamos posse da verdade da Palavra de Deus conseguimos de forma natural nos sujeitar a Ele e tornar nosso corpo agradável a Ele. Está tudo correlacionado. Consegue compreender a importância da Palavra em nossa vida? Portanto, mergulhe nela e experimente seu poder transformador.


Carina Ramos – Ministério Vida